sexta-feira, 24 de outubro de 2014

7 Características de um Profissional de Sucesso

Olá Amigos,
Saúde e paz!
O texto de hoje discorre sobre observações feitas a partir de um estudo que avaliou pessoas bem sucedidas, buscando identificar características comuns entre elas. Acredito que as conclusões valem tanto para a vida profissional quanto pessoal, desde que busquemos alcançar os melhores resultados em tudo o que fizermos.
Desejo-lhes muito aprendizado, contínuo sucesso e ótimo fim de semana!
Atenciosamente,

Cláudia Conegundes



Redação, www.administradores.com



Antes de enfrentarmos determinada situação ou perseguirmos certos objetivos é necessária a construção de operações mentais que gerem a visualização de resultados.



Luiz Fernando Garcia, psicoterapeuta e CEO da Cogni-MGR, em seu livro Pessoas de resultado - o perfil de quem se destaca sempre, elaborou perfis comportamentais extraídos de mais de 1.200 entrevistas, das quais foram selecionados 188 perfis (cerca de 15% do universo mapeado), nos quais identificou grande número de personalidades que definiu como sendo de "pessoas de resultados", ou realizadores.

Garcia observou que 93% dessa amostra tinha em comum sete características que derivavam da vivência e do perfil natural de cada um e que podem ser trabalhadas para a construção de uma conduta orientada para resultados. São elas:
Visualização - antes de enfrentarmos determinada situação ou perseguirmos certos objetivos é necessária a construção de operações mentais que gerem a visualização de resultados, ou seja, uma imagem mental que inspire nosso trajeto baseada nos recursos de que dispomos e evite que nossas ações sejam baseadas em tentativa e erro.

Superação de desafios - Não há desafio sem a possibilidade do fracasso, o que é diferente de uma idealização inatingível. Durante o processo de conquista de um objetivo haverá situações que fogem de nosso controle e geram desconforto. Tais situações devem ser encaradas como estímulos às conquistas. Caso não haja o desafio, seremos profissionais cumpridores de tarefas.

Manutenção do foco - No processo de empreender ou desenvolver algo novo, é possível que a diversidade de informações, experiências e objetivos buscados desviem nosso foco. Neste caso precisamos eleger um caminho único para não perdermos a referência de nossa própria identidade, ou seja, a capacidade de sermos reconhecidos por qualidades específicas nossas ou pelo que realmente queremos fazer. É preciso saber dizer não para ideias que possam parecer boas, mas que desviem demais do caminho traçado.

Criação de mapas de percurso - Quando elegemos algo a ser feito, devemos dar-lhe uma estrutura cognitiva que organize e sistematize de forma que faça sentido o caminho rumo a um objetivo maior. Para Luiz Fernando Garcia construir mapas de percurso é importante por ser a melhor forma de inibir a improvisação. O planejamento construído através de planos de ação nos ajuda na construção de um mecanismo mental que permita a cobrança de que o pensado seja posto em prática.

Expectância e drive - Expectância é a capacidade que temos de gerar expectativas nas pessoas e mantê-las. É a característica que permite a sustentação de um propósito que envolva outras pessoas e que permita a criação de vínculos entre elas e nossos objetivos. À manutenção da expectância, ou seja, à pro atividade, iniciativa e ao direcionamento de nossas energias para o que precisa ser feito - de forma prazerosa ou não - chamamos "drive". Luiz Fernando Garcia entende que a capacidade que alguém tem de alcançar algo está diretamente ligada não só a fazer aquilo que gosta, mas a dirigir seu destino fazendo coisas desagradáveis quando necessário.

Tolerância e incerteza - O medo de que alguma coisa dê errado inibe nossa capacidade de nos colocar em situação de risco. O profissional de resultado não espera que a receita do sucesso fique pronta, ele coloca a prova suas capacidades e convicções buscando a realização de seus objetivos. Se errar, terá a certeza de que há um caminho a menos para trilhar e buscará novas possibilidades de acerto para chegar onde quer.

Auto-reforço para a autoestima - Devemos encontrar formas de nos recompensar sem culpa. Quando nos premiamos, nossa natureza instintiva registra de alguma forma que valeu a pena todo o esforço feito para chegar até ali. O auto-reforço é a capacidade de gozarmos dos benefícios concedidos pela nossa trajetória entendendo que aquilo é o reconhecimento pelo esforço realizado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário